O Prêmio CBMM de Ciência e Tecnologia está de volta. Por mais um ano, vamos reconhecer profissionais que, com seu legado, engrandecem a produção científica e tecnológica brasileira.

Categorias

Ciência

Para pesquisadores que colocaram o Brasil em destaque no cenário científico mundial.

Tecnologia

Para profissionais que tenham gerado impactos relevantes ao país no desenvolvimento de aplicações práticas.

Prêmio

R$ 500.000,00 para cada categoria

Como participar

Os candidatos podem se inscrever voluntariamente ou ser indicados por instituições. Podem concorrer profissionais que tenham desenvolvido produtos, processos, metodologias e/ou serviços inovadores nas áreas de Ciência da Computação, Ciências da Terra, Ciências da Vida, Engenharias, Física, Matemática e Química.

Avaliação

A apuração do vencedor de cada categoria será realizada por uma comissão julgadora independente, composta por seis membros de notório saber nas áreas do concurso. Serão avaliados dois critérios:

  • Criatividade e originalidade.
  • Contribuição e impacto para ciência ou desenvolvimento e inovação.

Conheça a comissão julgadora

Ciência

Edgar Dutra Zanotto

Professor de Ciência e Engenharia de Materiais e diretor do Centro de Materiais Vítreos na UFSCar. Editor do Journal of Non-Crystalline Solids. Membro da Academia Brasileira de Ciências, da Academia de Ciências do Estado de São Paulo, da Academia Nacional de Engenharia, da Academia Mundial de Ciências e da Academia Mundial de Cerâmica. Fellow da Sociedade Glass Tech, no Reino Unido, e da Sociedade Americana de Cerâmica e Associação Brasileira de Cerâmica. Presidente do Conselho de Curadores do Parque Tecnológico de São Carlos. Membro do Conselho Administrativo do IMPA e do Instituto Serrapilheira.

Ciência

Luiz Davidovich

Graduado em Física pela PUC-Rio, é doutor em Física pela University of Rochester. Tem experiência nas áreas de Óptica Quântica e Informação Quântica. Atualmente, é professor titular da UFRJ e designado como Fellow da Optical Society of America e da American Physical Society. Além disso, é presidente da Academia Brasileira de Ciências e membro da Academia de Ciências do Mundo em Desenvolvimento (TWAS) e da National Academy of Sciences (USA).

Ciência

Mario Neto Borges

Engenheiro Eletricista pela PUC Minas, mestre em Acionamentos Elétricos, pela UFMG, e doutor em Inteligência Artificial Aplicada à Educação, pela Universidade de Huddersfield Inglaterra. Foi professor adjunto da PUC Minas, Professor Associado IV aposentado da UFSJ, onde foi chefe do Departamento de Engenharia Elétrica, Diretor do Centro de Ensino e Reitor. Foi presidente e diretor científico da FAPEMIG. Diretor acadêmico da ABENGE por dois mandatos e presidente do CONFA, também por dois mandatos. Foi o coordenador da Área Internacional do CONFAP e presidente do CNPq.

Tecnologia

Alvaro Prata

Professor titular do Departamento de Engenharia Mecânica da Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, pesquisador nível 1A do CNPq e membro da Academia Brasileira de Ciências. Foi reitor da UFSC de maio de 2008 a maio de 2012. De 2012 a 2018, integrou o Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, em que ocupou os cargos de secretário nacional de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação, secretário de Políticas e Programas de Pesquisa e Desenvolvimento e secretário Executivo.

Tecnologia

Hélio Graciosa

Engenheiro de Telecomunicações e MsC em Engenharia Elétrica pela PUC-Rio. Já foi diretor de P&D da Telebras, presidente do CPqD e da Sociedade Brasileira de Telecomunicações (SBrT). Atualmente, é membro do Conselho de Administração da Telebras, do Conselho Superior de Inovação e Competitividade da FIESP e do Conselho de Orientação do IPT, diretor da Divisão de Telecomunicações da FIESP e Coordenador de Pesquisa para Inovação da FAPESP.

Tecnologia

Jorge Almeida Guimarães

Diretor-presidente da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial EMBRAPII, doutor em Biologia Molecular pela Escola Paulista de Medicina, Unifesp, com pós-doutorado no National Institute of Health (NIH) EUA. Atuou como professor em diversas universidades brasileiras: UFRRJ, UNIFESP, Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, UNICAMP, UFF, UFRN, UFRJ, UFRGS. Atualmente, é pesquisador sênior do CNPq e Membro Titular da Academia Brasileira de Ciências.

Cronograma

1

Abertura para inscrições e indicações 15/1

2

Indicações e inscrições 15/1 a 28/2

3

Upload dos currículos e textos descritivos 15/1 a 30/3

4

Prazo de julgamento 15/4 a 15/6

5

Comunicação aos vencedores 1º/7

6

Pagamento aos vencedores Até 15/7

7

Cerimônia de premiação 5/8

Edição 2019

A edição 2019 premiou dois grandes nomes da ciência e da tecnologia no Brasil: Marcelo Viana e João Calixto. A cerimônia de entrega do prêmio foi realizada no Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro, e contou com a presença de importantes personalidades. Entre elas, Paul Romer, vencedor do Nobel de Economia em 2018.

Vencedores 2019

Ciência

Marcelo Viana

É pesquisador titular e diretor-geral do Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA). Especialista na área de Sistemas Dinâmicos, já orientou 39 doutores e 20 mestres. Foi presidente da Sociedade Brasileira de Matemática e vice-presidente da União Matemática Internacional. Recebeu diversas distinções, como o Grande Prêmio Científico Louis D., da França, e é membro das Academias de Ciências do Brasil, do Chile, de Portugal e do Mundo em Desenvolvimento (TWAS). Organizou o Congresso Internacional de Matemáticos ICM 2018 e escreve semanalmente na Folha de São Paulo.

Tecnologia

João Batista Calixto

Graduado em Ciências Biológicas pela UnB e doutor em Farmacologia pela USP. Professor titular de Farmacologia aposentado da UFSC, pesquisador nível 1A do CNPq, membro da Academia Brasileira de Ciências e diretor do Centro de Inovação e Ensaios Pré-Clínicos. Possui mais de 400 trabalhos publicados internacionalmente, com mais de 56.000 citações via Web of Science, Scopus e Google Scholar. Foi editor em revistas internacionais, orientou 38 dissertações de mestrado, 37 teses de doutorado e 36 estudantes de pós-doutorado. Proferiu mais de 350 palestras pelo mundo, possui 24 patentes no Brasil e no exterior, participou do desenvolvimento de 3 produtos que estão no mercado e de outros que estão em estudos clínicos.

Perguntas Frequentes

1. O qué é o prêmio?

Promovido pela Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM), o Prêmio CBMM de Ciência e Tecnologia reconhece o legado de profissionais que se dedicam à produção científica e tecnológica brasileira. Poderão concorrer profissionais que tenham desenvolvido produtos, processos, metodologias e/ou serviços inovadores nas áreas de Ciências da Computação, Ciências da Terra, Ciências da Vida, Engenharias, Física, Matemática e Química.

2. Quem pode se inscrever?

O Prêmio é composto por duas categorias:

Prêmio CBMM de Ciência – poderão participar desta categoria os candidatos ou grupos de candidatos que tenham desenvolvido obras científicas nas áreas de conhecimento especificados no item I acima, de reconhecido valor para o desenvolvimento científico e de impacto para a colocação do Brasil em destaque no cenário mundial da ciência.

Prêmio CBMM de Tecnologia – poderão participar desta categoria os candidatos ou grupo de candidatos que tenham contribuído para a pesquisa ou o desenvolvimento de processos, produtos ou metodologias, em áreas aplicadas, e que tenham produzido impacto econômico, ambiental ou social relevante para o desenvolvimento do Brasil.

3. Quem pode indicar?

Qualquer universidade, instituto de pesquisa ou empresa com foco em desenvolvimento tecnológico poderá indicar candidatos, mas as inscrições e a submissão de documentação devem ser realizadas pelos próprios candidatos indicados. Poderão ser indicadas até cinco (5) candidaturas de uma mesma instituição em cada uma das categorias, totalizando dez (10) indicações por instituição.

4. Fui indicado ao Prêmio CBMM. Por que devo me inscrever?

O Prêmio CBMM de Ciência e Tecnologia reconhece os esforços e o comprometimento dos profissionais em prol de uma sociedade mais equilibrada e sustentável. O vencedor de cada categoria será contemplado com um prêmio no valor de R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais) em certificado de barras de ouro.

5. Posso me inscrever sem ter sido indicado?

Sim. Você pode fazer sua autoinscrição clicando aqui.

6. Qual o prazo para inscrição?

As indicações e inscrições devem ser feitas de 15 de janeiro a 28 de fevereiro. Depois, os candidatos têm até 30 de março para atualizar os textos e fazer o upload de seus respectivos currículos no site.

7. Qual o valor da inscrição?

A participação é totalmente gratuita e não exige taxa de inscrição ou qualquer outra forma de pagamento.

8. Quando acontecerá a premiação?

A comissão julgadora independente fará a análise das inscrições entre os dias 15 de abril e 15 de junho, e os resultados serão divulgados no dia 1º de julho. Os ganhadores receberão os prêmios até 15 de julho. O evento de premiação acontecerá no mês de agosto.

9. Como é realizada a avaliação?

A gestão do concurso será conduzida por um comitê executivo composto por membros da CBMM, que será responsável por coordenar o processo e submeter as candidaturas a uma comissão julgadora. Previamente à apuração dos vencedores, entre 31 de março de 2020 e 14 de abril de 2020, será realizada a fase de “enquadramento” dos participantes, na qual as candidaturas serão verificadas pelos membros do comitê executivo, que utilizará os critérios adiante definidos para admitir (e manter o participante no concurso) ou rejeitar (e, consequentemente, desclassificar) os candidatos. São os critérios dessa fase: (i) adequação das candidaturas ao regulamento e à proposta das categorias; e (ii) autoria (relação de origem entre autores e pesquisas, constatação se o inscrito é realmente autor das contribuições submetidas). Somente as candidaturas enquadradas pelo comitê executivo continuarão participando do concurso.

10. Como são definidos os vencedores?

O concurso contemplará dois (2) vencedores, sendo um (1) em cada categoria. A apuração será realizada por uma comissão julgadora composta por até seis (6) membros de notório saber nas áreas do concurso. Os componentes desse grupo são divulgados no site. A comissão julgadora utilizará os seguintes critérios para a definição dos vencedores: (i) originalidade e criatividade; e (ii) contribuição e impacto para a ciência ou desenvolvimento e inovação. A decisão da comissão julgadora é soberana, inquestionável e irrecorrível.

11. Como será divulgado o resultado?

Os candidatos vencedores serão contatados por meio do e-mail ou telefone informados no momento da inscrição até o dia 1º de julho de 2020. Os resultados também serão divulgados na página do concurso no mesmo dia.

12. Qual o valor do prêmio?

O prêmio constitui-se em R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais) para cada vencedor das categorias.

Veja mais

Contato